Menos DPs farão BO nas zonas leste e norte de SP

Um novo sistema de atendimento começa a funcionar hoje, às 20 horas, nas delegacias da capital paulista. A mudança começa em 25 distritos das zonas leste e norte, e até fevereiro deverá ser implementada em toda a cidade.

Agência Estado |

A ideia é reduzir as unidades com delegado e escrivães à noite e nos feriados. Elas centralizarão os casos importantes e serão sete na fase inicial. Nas outras 18, haverá apenas autoatendimento.

No fim do processo, em 2010, só 30 distritos policiais (DPs) dos 93 existentes vão registrar ocorrências. Uma das expectativas é a de melhorar a qualidade do atendimento à população - reportagem publicada há duas semanas mostrou que, em 71% das delegacias, o tempo de espera para registrar uma ocorrência é de no mínimo três horas. Segundo o projeto, as unidades aliviarão a demanda dos casos urgentes de DPs próximos.

O diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), Marco Antonio Pereira Novaes de Paula Santos, diz que espera por problemas. "Não espero que a partir de hoje fique tudo resolvido. É quando começarão a surgir os problemas. Uma estrutura de 40 anos não muda de uma hora para outra." Segundo ele, a proposta é registrar uma ocorrência simples em até 40 minutos. Já os flagrantes podem levar até oito horas, de acordo com a complexidade. A próxima fase da mudança atingirá a Seccional Santo Amaro, com foco no 11º DP, no 43º DP, no 92º DP e no 101º DP.

A reestruturação, para o diretor do Decap, vai trazer qualidade de vida aos funcionários, porque vai acabar com uma escala de trabalho considerada obsoleta, e permitirá que as pessoas que realmente gostam de lidar com o público atuem no serviço. A estimativa é de que o Estado deixe de gastar cerca de R$ 30 milhões ao ano com despesas do dia a dia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG