Menor com agulhas no corpo recebe doações do exterior

O menino de 2 anos que teve 31 agulhas introduzidas no corpo continua internado no Hospital Ana Néri, em Salvador, e tem recebido diariamente dezenas de brinquedos de várias partes do mundo, segundo a assessoria de imprensa do hospital. Os brinquedos ocupam totalmente um quarto ao lado da brinquedoteca da instituição e há várias unidades vindas de Estados Unidos e França.

Agência Estado |

Uma empresa de logística já se ofereceu para fazer o transporte quando o garoto voltar para casa, em Ibotirama, no interior da Bahia.

O garoto se alimenta e brinca normalmente, mas ainda não há previsão de alta médica. Ele passou por três operações para retirada de 22 agulhas. Nove, que não oferecem risco a órgãos vitais da criança, continuam em seu corpo. O menino está internado desde o dia 18 de dezembro e tem sido acompanhado pela mãe, que pensa em mudar da casa onde viveu com Roberto Carlos Magalhães, acusado do crime. Para isso, tem contado com a ajuda de desconhecidos que enviam doações em dinheiro. M.S.A. tem cinco irmãos.

O Ministério Público da Bahia informou no último dia 6 que a promotoria da cidade de Seabra denunciou o auxiliar de serviços gerais Roberto Carlos Magalhães e sua suposta amante, Angelina Ribeiro dos Santos, por tentativa de homicídio qualificado contra o menino. Em depoimento à polícia, Magalhães, padrasto da criança, confessou ter cometido o crime e apontou Angelina como sua ajudante. Ela nega a acusação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG