Menino de 4 anos morre após ser supostamente baleado pelo irmão de 7 anos

RIO DE JANEIRO ¿ Um menino de 4 anos morreu no início da noite deste domingo após ser atingido no peito por um tiro disparado acidentalmente pelo irmão, de apenas 7 anos, no município de Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, as crianças estavam sozinhas em casa na hora do acidente e o irmão mais velho estaria atirando contra a parede quando acertou o menino de 4 anos.

Redação |

Em depoimento à polícia, o pai das crianças, o auxiliar de serviços gerais Vander Vírginio de Oliveira, de 27 anos, disse que chegou em casa por volta das 18h e viu o filho caçula baleado. Antes de levá-lo ao pronto socorro da cidade, o pai deixou o menino ferido no balcão de um mercado localizado ao lado de sua casa.

Ele voltou à residência, pegou o revólver calibre 38, usado pelo filho de 7 anos, e outro de calibre 32 que possuía e jogou as armas em um terreno baldio nos fundos de sua casa. Quando chegou no hospital com o filho baleado, a criança já estava morta.

Vander contou à polícia que deixava os filhos sozinhos em casa para trabalhar. O auxiliar de serviços gerais revelou ainda que mantinha as duas armas em casa por segurança e havia ensinado o filho mais velho a manuseá-las para que ele as utilizasse, caso alguém invadisse a residência. O pai das crianças foi autuado por omissão de socorro e omissão de cautela das armas. Após prestar depoimento, ele foi liberado, mas um inquérito foi aberto para investigar o caso.

O menino de 7 anos foi levado para a casa dos avós. Familiares disseram à polícia que o pai cuidava sozinho dos filhos porque a esposa sofre de problemas psiquiátricos e está internada em um sanatório. A ocorrência foi registrada na 128ª DP (Rio das Ostras).

Leia mais sobre: porte de armas

    Leia tudo sobre: armaarma de fogoarmasdisparoirmãos assassinadostiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG