Os médicos do Hospital Ana Néri, em Salvador, onde está internado o menino M.S. A, de pouco mais de 2 anos, voltaram atrás na decisão de liberá-lo neste sábado da UTI pediátrica, como haviam programado.

O garoto somente será liberado após passar por uma nova bateria de exames, o que deve ocorrer na próxima semana, de acordo com o último boletim médico.

Segundo o diretor do hospital, Roque Aras, a equipe médica optou por preservar M.S.A em razão da repercussão do caso. Ele ficaria em uma enfermaria, sujeito a uma intensa visitação, por isso, decidiram esperar um pouco mais.

M.S.A passou por duas cirurgias para retirar 18 agulhas do coração, pulmão, fígado, bexiga e intestino. Ele deve passar por nova intervenção na próxima semana, para retirar agulhas da coluna.

Na cidade de Ibotirama, interior baiano, onde mora a família do menino, a lavradora Maria dos Anjos Nascimento, apontada pelo ex-padrasto da criança, Roberto Carlos Magalhães, como cúmplice no crime já está em liberdade em razão de ter expirado a sua prisão temporária.

Já Roberto Carlos e a amante dele, Angelina Capitana Ribeiro, permanecem detidos por força de um mandado de prisão preventiva.

Leia mais sobre crime na Bahia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.