Criança de 6 anos brincava com colegas próximo a córrego quando foi arrastada pela água. Chuva já causou mortes também no RS

Uma menina de 6 anos morreu, na tarde de quinta-feira, em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana de Goiânia (GO), levada pela enxurrada que se formou com uma forte chuva.

Segundo informações da Defesa Civil local, a criança brincava com a irmã e quatro colegas em um  barranco próximo ao córrego, na rua das Avenças, quando a água levou parte da margem, arrastando-a para a água. Uma hora depois, ela foi localizada já morta a cerca de mil metros do local.

Chuva pelo País

A forte chuva que tem atingido o País provocou mortes e prejuízos também nos Estados do Rio Grande do Sul, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Em São Lourenço do Sul, município localizado a cerca de 200 quilômetros de Porto Alegre (RS), às margens da Lagoa dos Patos, já chega a oito o número de mortos .

O rio São Lourenço chegou a ficar três metros acima de seu nível normal em algumas localidades e a estimativa é de que 15 mil residências tenham sido afetadas. A prefeitura de São Lourenço do Sul decretou estado de calamidade pública.

No Maranhão, pelo menos 11 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas em função das enchentes nas bacias dos rios Mearim, Itapecuru, Tocantins e Parnaíba. Doze cidades foram atingidas pelas cheias e quatro delas já decretaram situação de emergência.

Em Minas Gerais, a catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar , a principal de São João Del Rei, construída em 1721, teve parte de uma das paredes externas destruída pela chuva, que castigou o município na madrugada de quarta-feira.

A presidenta Dilma Rousseff (PT) determinou que o ministro de Integração Nacional, Fernando Bezerra, visite as cidades atingidas pelas chuvas tanto no Maranhão, quanto no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

*Com informações da AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.