Menina de 12 anos é baleada na cabeça em favela no Rio

Uma menina de 12 anos foi baleada hoje na cabeça na Vila Cruzeiro, na Penha, zona norte do Rio. De acordo com vizinhos e parentes, P. F.S, de 12 anos, estava na laje do barraco de uma vizinha, a 50 metros de sua casa, quando houve um tiroteio. A bala atingiu o crânio da menina, que chegou ao Hospital Getúlio Vargas em estado gravíssimo, de acordo com a Secretaria Estadual da Saúde. No fim da tarde, após cirurgia, ela foi transferida para o Centro de Tratamento Intensivo, e o quadro era estável.

Agência Estado |

De acordo com o comando do 16.º Batalhão de Polícia Militar, em Olaria, na zona norte, "não houve troca de tiros" no momento em que a menina foi baleada. Um blindado que passava pela favela "em patrulha de rotina" teria sido atacado a tiros, e os policiais militares não revidaram, afirmou a polícia. No início da noite houve mais disparos na Vila Cruzeiro, após uma apreensão de maconha realizada pela polícia.

P. foi socorrida pela mãe, que pediu carona a um caminhão de gás para levá-la ao hospital. A menina havia ido à laje da vizinha, a pedido da mãe, para recolher a roupa estendida no varal. A PM orientou motoristas a evitarem as imediações da favela, pois havia a informação de que criminosos planejavam incendiar ônibus e carros em protesto pela morte da criança. A Associação de Moradores da Vila Cruzeiro alegou que houve uma incursão policial e troca de tiros entre PMs e criminosos.

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG