Menina de 11 anos é encontrada morta em um saco plástico no Rio

RIO DE JANEIRO ¿ Um crime chocou os moradores do bairro de Nova Campina, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Taís da Silva Ferreira, de apenas 11 anos, foi encontrada morta, nesta quarta-feira, dentro da casa onde morava com a mãe, a dona de casa Severina do Carmo da Silva. O corpo da menina estava amarrado dentro de um saco plástico. O principal suspeito do crime é um vizinho da família, identificado como José Gomes.

Redação |

Conhecido como Cabeludo, ele foi apontado pela mãe de Taís como o culpado pelo assassinato de sua filha. Segundo testemunhas, ninguém desconfiava da conduta do suspeito, que está foragido desde a ocorrência do crime. José Gomes é acusado de ter mantido a criança em cárcere privado antes de matá-la.

O corpo da vítima foi encontrado pela mãe, que acionou o 15º BPM (Caxias). O caso foi registrado na 62ª DP (Imbariê). Agentes da delegacia realizam buscas para região para localizar o acusado. O corpo da menina passará por laudo pericial do Instituto de Medicina Legal (IML) para comprovar a possibilidade de ter ocorrido abuso sexual. O laudo pericial deve ser divulgado em 30 dias.

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG