prevê dar mais poder de polícia às Forças Armadas. O Brasil tem que deixar de tratar este tema de forma compartimentada." / prevê dar mais poder de polícia às Forças Armadas. O Brasil tem que deixar de tratar este tema de forma compartimentada." /

Mendes apoia poder de polícia às Forças Armadas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, disse considerar uma boa iniciativa o projeto de lei complementar 97, que http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/11/06/governo+quer+dar+poder+de+policia+as+forcas+armadas+9031983.htmlprevê dar mais poder de polícia às Forças Armadas. O Brasil tem que deixar de tratar este tema de forma compartimentada.

Agência Estado |

Há uma crise na área de segurança pública. A droga vem de fora. Há um grande problema nas fronteiras. As Forças Armadas têm condições de monitorá-las. Por que não há algum tipo de integração?", questionou.

As declarações foram feitas pouco antes da cerimônia de encerramento do IV Mutirão Carcerário do Rio de Janeiro, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste da cidade.

O projeto de lei - em fase final de formatação na Casa Civil, após aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do parecer favorável do Ministério da Justiça e da Advocacia-Geral da União (AGU) - fortalece de maneira explícita o cargo de ministro da Defesa. Ele passa a ter comando operacional sobre as três Forças, que ficam efetivamente subordinadas ao poder civil.

Na prática, o texto acaba com a concentração de poder nos comandos. Em operações de vigilância na fronteira e demais ações ordenadas pelos poderes constituídos, Exército, Marinha e Aeronáutica, podem revistar pessoas, veículos e instalações e fazer prisões em flagrante delito.

Leia mais sobre segurança

    Leia tudo sobre: segurança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG