O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou nesta quinta que o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, seria um bom companheiro para compor a chapa à Presidência da República com a atual ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré candidata do PT. Indagado por jornalistas a respeito da possibilidade de o presidente da Câmara, Michel Temer, também estar sendo cogitado para a chapa como vice-presidente, Bernardo respondeu: Acho que ele também seria (um bom companheiro).

Temer e Meirelles são os nomes mais cotados no PMDB para compor uma chapa com a petista.

O ministro conversou rapidamente com jornalistas ao chegar para a reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN), na sede do Ministério da Fazenda. A desincompatibilização dos atuais ministros do governo que desejam concorrer a algum cargo eletivo esse ano deve ocorrer na próxima semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.