Meirelles e outros líderes do PMDB discutem programa de governo

Lideranças do PMDB, como Michel Temer e Henrique Meirelles, se reuniram nesta quinta-feira para definir um plano de trabalho para a elaboração de um programa de governo do partido. O PMDB tem um acordo pré-eleitoral com o PT e deve disputar a eleição presidencial com uma chapa conjunta, liderada pela ministra Dilma Rousseff (PT).

Reuters |

"Reunimos pessoas do PMDB vocacionados para elaboração do plano de governo do partido", disse a jornalistas Temer, presidente da Câmara dos Deputados e da legenda, além de nome mais cotado para concorrer como vice da petista.

"Nós faremos uma formulação... preparados para uma eventual aliança. A ideia é que, se houver aliança, haverá uma junção de programas", acrescentou após encontro do grupo que contou, entre outros, com o ministro Nelson Jobim (Defesa), o ex-ministro Mangabeira Unger, o ex-governador do Rio Moreira Franco e o líder do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN).

Meirelles, que pode deixar a presidência do Banco Central nos próximos dias para disputar as eleições em cargo a ser ainda definido --talvez até como vice de Dilma, no lugar de Temer--, ficará responsável pela área econômica do plano.

"Hoje foi a primeira reunião do grupo... foi uma reunião de definição de funções, prazos e organização de trabalho", resumiu Meirelles.

Perguntado se a questão do candidato do PMDB a vice e sua desincompatibilização foram discutidas no encontro, ele respondeu simplesmente: "Neste momento estou focado totalmente no Banco Central".

Na véspera, com um mercado bastante dividido, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC decidiu manter o juro básico em 8,75 por cento ao ano.

Sobre qual será a proposta do programa do PMDB sobre juros, Meirelles afirmou que o grupo não discutiu o tema. "Não entramos em detalhes ainda", disse.

Leia mais sobre: Eleições 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG