Médicos tentaram ressuscitar Michael Jackson por uma hora Por Ricardo Bairos (26.jun) Michael Jackson foi pronunciado morto às 14h26 de ontem, horário de Los Angeles.

Fred Corral, médico legista da cidade, disse que uma autópsia para tentar determinar a causa de sua parada cardíaca está marcada para hoje. O cantor teria parado de respirar pouco antes das 13 horas em sua casa, a menos de 10 quilômetros do UCLA Medical Center.

Um médico particular tentou reanimá-lo e chamou os paramédicos, que também tentaram ressuscitá-lo com massagens cardíacas e uma máscara de oxigênio no caminho para o hospital, um trajeto que demorou 10 minutos. Jacko chegou no hospital às 13h14. Um time de médicos e cardiologistas tentou ressuscitá-lo por uma hora inteira, como informou seu irmão Jermaine Jackson. O rei do pop tinha apenas 50 anos. (Planet Pop)

CANTOR ESTAVA EM FASE DE ENSAIOS PARA TURNÊ DE 50 SHOWS

(26.jun) Michael Jackson estava ocupado nas últimas semanas com os ensaios para a turnê de 50 shows que faria na O2 Arena, em Londres, a partir de 13 de julho. As apresentações de "This Is It", que seriam feitas até meados de 2010, estavam com todos os ingressos vendidos. A produção dos espetáculos ainda não comentou a morte do cantor.

Como parte de sua preparação física para os shows, Jacko estava treinando com o fisiculturista Lou Ferrigno, o "Incrível Hulk" do seriado de TV dos anos 70. Muita gente duvidava que o rei do pop tinha capacidade física de fazer os shows, seus primeiros em muito tempo. Fontes próximas ao cantor disseram que ele estava muito magro e frágil nos últimos tempos. (Planet Pop)

INTERNET DEU NOTÍCIA DA MORTE ANTES DE MÍDIA TRADICIONAL

(26.jun) A morte de Michael Jackson vai ser marcada como um momento crucial na era digital. A notícia da parada cardíaca do popstar, um dos nomes mais famosos do mundo, foi uma das maiores notícias dos últimos tempos a aparecer antes na internet. O "furo" de sua internação no UCLA Medical Center e sua morte logo em seguida foi dado pelo website TMZ.com, do portal AOL.

A notícia de que ele tinha mesmo morrido surgiu na página às 14h20, horário da Costa Oeste americana, logo que uma equipe de médicos e cardialogistas estava para terminar as tentativas de reanimá-lo. Outras empresas estabelecidas da mídia começaram a confirmar a morte logo em seguida, como o jornal "Los Angeles Times" e a Associated Press.

Uma hora depois, os noticiários nacionais das redes ABC, NBC e CBS já tinham reportagens completas sobre a morte do cantor. A MTV americana, que teve muito a ver com o sucesso da carreira dele, mostrou uma maratona de vídeos do músico, como os sucessos "Thriller" e "Beat It". (Planet Pop)

FÃS E CELEBRIDADES USAM TWITTER PARA COMENTAR PERDA

(26.jun) Fãs e celebridades usaram o Twitter para deixar seus recados sobre a perda de Michael Jackson. Poucos minutos depois do anúncio de sua morte, tópicos sobre o assunto já eram os mais populares no serviço. O website chegou a ficar lento logo depois da confirmação de sua morte, por volta de 18h20 (horário de Brasília), mas não chegou a haver um crash.

Nomes famosos como Lindsay Lohan, Ashton Kutcher, John Mayer, MC Hammer e Ryan Seacrest comentaram a morte do cantor por meio do Twitter. Um rumor sobre a morte do ator Jeff Goldblum, logo em seguida, também começou no serviço digital, mas foi logo negado por sua assessoria de imprensa.

No Google, a seção de notícias foi bombardeada por procuras com as palavras "Michael Jackson", o que fez com que os computadores do serviço acreditassem que havia um "ataque automático" entre 18h40 e 19h15. Como mecanismo de defesa, a página começou a pedir para os usuários digitarem uma sequência de letras, um processo conhecido como "captcha", para ver os resultados da pesquisa. O YouTube também verificou um grande aumento de tráfego para vídeos referentes ao cantor. (Planet Pop)

MULHERES DA VIDA DE JACKO COMENTAM SUA MORTE

(26.jun) A morte repentina de Michael Jackson deixou muita gente completamente chocada em Hollywood e na indústria fonográfica. Entre as pessoas que mais foram tocadas pela tragédia, estão as ex-namoradas e ex-mulheres do rei do pop. Lisa Marie Presley, que foi casada com o popstar por pouco tempo em meados dos anos 90, disse que está muito triste e "confusa com todos os tipos de emoções". "Estou muito arrasada por causa de seus filhos, que eu sei que eram tudo para ele, e de sua família. É uma perda enorme em muitos sentidos."

Outra celebridade que esteve envolvida com Jacko foi a atriz Brooke Shields, que foi namorada dele rapidamente. "Meu coração está cheio de tristeza com a perda devastadora de meu grande amigo Michael", disse ela. "Vou me juntar a seus amigos e parentes para celebrar sua vida e chorar por sua morte." Elizabeth Taylor, uma das melhores amigas do cantor, estava muito "devastada" para fazer um comunicado à mídia, segundo seu assessor de imprensa.

Outra amiga, da época em que ele era adolescente, era Cher. "Ele era um jovem incrível: otimista e adorável." A cantora ligou para o programa de TV "Larry King Live", da CNN, para dizer que teve "milhões de reações" e lembrar os momentos que passou com o popstar, como uma dança juntos no navio Queen Mary e uma ida ao teatro para ver o musical "Dreamgirls". Madonna, da mesma idade do popstar, disse que não conseguia parar de chorar. "O mundo perdeu um de seus grandes, mas sua música vai viver para sempre."

A enfermeira Debbie Rowe, com quem ele foi casado entre 1996 e 1999, não fez nenhum comunicado sobre a morte até a noite de ontem. Ela é mãe dos dois filhos mais velhos do popstar, Prince Michael I, de 12 anos, e Paris Katherine, de 11. A mãe do mais novo, Prince Michael II, de 7 anos, é uma barriga de aluguel cujo nome não é conhecido. (Planet Pop)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.