Médicos devem realizar 3ª cirurgia para retirar agulhas

A equipe de neurocirurgiões do Hospital Ana Nery, de Salvador, avaliam realizar uma terceira cirurgia no menino de 2 anos e meio para a retirada de uma agulha que está alojada perto da coluna vertebral. Segundo médicos que operaram a criança, a maioria dos artefatos foi introduzida pelo padrasto do menino pelo abdome, e o restante, pelas costas.

Agência Estado |


Nesta quarta-feira, os cirurgiões retiraram 14 agulhas da bexiga, do intestino e do fígado. Foi o segundo procedimento a que a criança foi submetida desde sua internação na sexta-feira da semana passada. O resultado da cirurgia, que durou cerca de três horas, foi considerado satisfatório.

O garoto passará a noite em observação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital, onde também deve permanecer durante o Natal, acompanhado pela mãe, a doméstica Maria Souza Santos. A avaliação geral da equipe multidisciplinar é de que o estado de saúde do garoto melhorou significativamente desde a primeira cirurgia, quando foram retiradas quatro agulhas do coração e do pulmão, mas o estado dele ainda é considerado grave.

    Leia tudo sobre: agulhasbahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG