Médicos de São Paulo lançam pacto nacional pela alimentação saudável

A Associação Paulista de Medicina (APM) e a Pro Teste Associação de Consumidores lançaram esta semana a Carta de São Paulo - Em defesa de uma Alimentação Saudável desde a Infância. Durante o evento, que teve como auge o pacto nacional por uma dieta saudável, os especialistas discutiram problemas como a elevada quantidade de gordura, o abuso do uso de conservantes e o excesso de açúcar e sal em alimentos industrializados.

Agência Estado |

Convidados discutiram a necessidade de modificação, por parte da indústria, da composição dos produtos alimentícios voltados para as crianças, já que a proposta da carta é trabalhar o tema desde a infância. Segundo os especialistas, análises apontaram problemas semelhantes de desequilíbrio nutricional em iogurtes, batata frita, picolés e achocolatados; além de cafeína, açúcar e aditivos em refrigerante de cola e excesso de edulcorantes na versão diet/light.

De acordo com informações da APM , a carta aponta dados alarmantes sobre as graves conseqüências de uma má alimentação. Entre elas, o alto índice de morbidade, que leva a doenças graves como obesidade, hipertensão arterial e diabetes. Também ressalta que a maioria dos alimentos industrializados é desequilibrada, pobre em fibras alimentares e com o excesso de sódio e gorduras saturadas e trans.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG