Médicos alertam para necessidade de hidratar o corpo no verão

O consumo de água aumenta no verão e não é à toa. A água é importante, segundo os médicos, para manter o corpo hidratado.

Agência Estado |

“O suor é uma tentativa do corpo humano de manter a temperatura em condições ideais. Mas a pessoa elimina água em excesso. Caso não reponha, isso pode provocar desidratação”, afirma o clínico geral da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Paulo Olzon. A pessoa desidratada, lembram os médicos, pode apresentar febre e, em casos graves, convulsões.

O presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, Antonio Carlos Lopes, acrescenta que quando sentimos sede é porque o sangue perdeu água na composição. “O sangue viscoso pode entupir uma artéria”, ressaltou. O sinal de que o corpo está hidratado é a cor da urina. Se estiver clara é sinal de que a hidratação está boa. Se estiver escura, a recomendação é beber mais água.

Os extremos das idades são os que mais sofrem com as altas temperaturas. Em dias de calor excessivo, os médicos afirmam que os idosos e as crianças, em especial recém-nascidos, são as principais vítimas e precisam de cuidados redobrados. No caso dos pequenos, os principais problemas são centrados nas vias respiratórias, pelo fato de o sistema ainda não estar totalmente formado. Por isso, deve-se oferecer água e suco várias vezes ao dia, não esquecer do protetor solar e também abusar das roupas leves (algodão) para evitar dermatites e alergias. É bom lembrar que a criança nem sempre sabe expressar a sede. A manifestação pode ser por choro ou pela irritabilidade.
Já os idosos, segundo o médico da Unifesp, Paulo Olzon, tem o corpo mais desidratado do que os mais novos - as rugas na pele são prova disso. “Eles perdem água sem poder perder. E também não costumam pedir água, porque não sentem necessidade, uma vez que não gastam tanto energia”. Outro problema é que os maiores de 60 anos sofrem mais do que os com menos idade de outras doenças agravadas pelo calor, como problemas cardíacos e de pressão. As informações são do Jornal da Tarde .

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG