Síndrome da Visão do Computador - Brasil - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Médicos alertam para a Síndrome da Visão do Computador

Nos dias de hoje é difícil alguém não passar horas diante de um computador, trabalhando ou mesmo se divertindo. É muitas vezes depois desse longo período em frente à tela que a pessoa fica com os olhos vermelhos, começa a sentir queimação nos olhos e dores de cabeça.

Agência Estado |

Esses são os sintomas da "Síndrome da Visão do Computador" ou "Síndrome Olho Computador".

"Essas alterações ocorrem principalmente pela diminuição do ato de piscar. Quando o indivíduo está na frente do computador, pisca 30% menos do que o normal, o que provoca ardência, vermelhidão nos olhos e visão embaçada", afirma Marcelo Cunha, doutor em oftalmologia pela Escola Paulista de Medicina e médico da Clínica de Olhos Moacir Cunha, na capital paulista. "Isso porque quando se pisca a glândula lacrimal lubrifica o olho, proporcionando conforto e alívio", diz.

Cunha também explica que salas fechadas, com ar condicionado, iluminação muito forte e imagens que se refletem na tela do computador, como por exemplo o reflexo do sol, também prejudicam os olhos.

Diagnóstico - O ideal, segundo Marcello Colombo Barboza, membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, membro do Concílio Internacional de Oftalmologia e diretor da Visão Lazer Oftalmologia, em Santos, litoral sul paulista, é primeiro ter um diagnóstico preciso da causa do olho seco. "A partir daí podem ser prescritos lubrificantes, antiinflamatórios oculares ou realizar o tratamento de alguma doença sistêmica que provoca esse mal estar". Essas doenças às quais Barboza se refere podem ser reumáticas, uso de medicamentos para pressão ou ansiolíticos ou menopausa, entre outros.

Cunha recomenda que o paciente também faça intervalos a cada 50 minutos, mude o foco e use materiais como a tela de proteção. "Existe uma lente (para óculos) azul que alivia a luminosidade da tela. No entanto, o mais importante é usar o computador apenas durante o tempo necessário. Não é aconselhável passar o dia trabalhando com ele e depois, ao chegar em casa, permanecer mais horas em frente ao computador pessoal", declara o especialista, que faz uma ressalva. "Usar o computador não provoca malefícios aos olhos, não aumenta ou diminui o grau nem provoca ardência ou coceira. É preciso apenas ter bom senso ao usá-lo", finaliza.

Adriana Bifulco

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG