Para tentar escapar de uma blitz nesta manhã, um motorista de Belo Horizonte acabou atropelando e matando uma moradora de rua e deixando outras cinco pessoas feridas. O médico Felipe Ferreira Vale, de 29 anos, saía de uma boate no centro da capital mineira quando recebeu a ordem de parar da Polícia Militar.

O médico não atendeu à ordem policial e avançou o sinal. Durante a fuga ele atropelou uma mulher, que morreu no local. Ele ainda bateu o carro num outro veículo, cujos passageiros tiveram ferimentos leves. Durante a tentativa de fuga, fez um manobra arriscada e acabou batendo em outros dois veículos - da Polícia Militar e da BHTrans, empresa municipal que controla o trânsito de Belo Horizonte.

Segundo informações da PM, quando foi detido, o médico apresentava sinais de embriaguez. Ele não concordou em realizar o teste do bafômetro.

De acordo com o Detran, há 11 multas registradas em nome do médico. Há multas por excesso de velocidade e avanço de sinal, mas a maior parte delas (sete) são por estacionamento proibido, sempre no mesmo endereço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.