Um médico foi acusado de furtar R$ 177 da carteira de um paciente dentro de um hospital de Jundiaí, no interior de São Paulo. Segundo o delegado assistente da Seccional da cidade, Orlando Raul Pavan, o paciente Cristian Caetano da Silva acusou o médico Newton Nery Feodrippe de Souza Filho de ter furtado sua carteira, ontem à noite, durante exame dentro do consultório, no Hospital São Vicente.

A carteira foi encontrada próxima a uma área restrita, em frente ao hospital, sem os R$ 177. O médico, de 65 anos, que já tinha passagens pela polícia, de acordo com Pavan, deixou a delegacia cercado por advogados após pagar fiança de R$ 10 mil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.