Médico é investigado sob acusação de assédio contra pacientes

SÃO PAULO ¿ O médico Roger Abdelmassih, dono da maior clínica de reprodução assistida do País, está sendo investigado por assédio sexual de pacientes, segundo informações dos jornais ¿Folha de S.Paulo¿ e ¿Estado de S.Paulo¿. Oito mulheres prestaram depoimento ao Ministério Público do Estado de São Paulo e à Delegacia da Mulher, nos últimos meses. Outras cinco denúncias estão sendo apuradas.

Redação |


De acordo com os jornais, as acusações contra Abdelmassih dão conta que o médico teria cometido abusos sexuais quando suas pacientes estavam sedadas. Abdelmassih negou contundentemente todas as acusações e divulgou nota sobre o caso (leia abaixo).

A clínica de Abdelmassih, onde um tratamento de fertilização pode custar mais de R$ 30 mil, fica no Jardim América, bairro nobre de São Paulo, e atende um público de alto poder aquisitivo.

Denúncias de conduta antiética e abusos cometidos por Abdelmassih não são novidade, segundo o "Estado". Em março de 2008, apareceu na internet um blog chamado "Grupo de Vítimas do Roger Abdelmassih", no qual foram postadas dezenas de denúncias contra o médico.  

Em nota também enviada à imprensa, o advogado de Abdelmassih,  Adriano Salles Vanni, fez referência indireta ao caso, afirmando que seu cliente vem sendo vítima de uma campanha difamatória via internet há mais de um ano e meio, tendo, por esse motivo, requerido a instauração de dois inquéritos para a apuração dos fatos. Conduta de quem nada tem a esconder.

Leia, abaixo, a íntegra da nota do médico Roger Abdelmassih:

A propósito de reportagens veiculadas pela imprensa sobre acusação de assédio, envolvendo meu nome, devo dizer que até o momento meu advogado legalmente instituído não teve acesso integral ao inquérito, o qual ainda não está concluído, pois nem eu nem testemunhas fomos ouvidos.

Não posso, portanto, prestar esclarecimentos sobre depoimentos de denunciantes por mim desconhecidos, de caráter notoriamente duvidoso, que sem provas cabais fazem depoimentos criminosos com o intuito de denegrir minha imagem profissional, construída ao longo de uma carreira de mais de 40 anos, muito bem sucedida.

Confio nos trâmites da Justiça e tenho a certeza de que estará nela a minha resposta.

Minha família, meus amigos, meus 20 mil clientes estão nessa certeza comigo.

É tudo que tenho a declarar neste momento.

Atenciosamente,
Roger Abdelmassih

Leia mais sobre: abuso sexual

    Leia tudo sobre: abuso sexual

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG