Médica paulista é morta a facadas no RS

Suspeito do crime é marceneiro que médica conheceu pela internet

AE |

Uma médica paulista de 40 anos foi morta a facadas em frente a um hotel em Torres, no litoral norte do Rio Grande do Sul, na tarde de sexta-feira.

O principal suspeito pelo crime, segundo a polícia, é um marceneiro de 33 anos, que teeve a prisão preventiva decretada. Os dois se conheceram pela internet, há cerca de três anos.

Embora ele negue, a polícia suspeita que os dois mantivessem um relacionamento amoroso. A médica morava em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, e ia constantemente para Torres encontrar o marceneiro, que é casado.

    Leia tudo sobre: crimefacadasmortemédicario grande do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG