Médica é morta por assaltantes na zona oeste de SP

SÃO PAULO - A médica ginecologista Nadir Oyakawa, de 53 anos, foi baleada e morta por volta das 23h30 desta sexta-feira ao tentar escapar de três assaltantes na porta da casa de seu irmão, no Jardim Esmeralda, bairro Rio Pequeno, zona oeste da cidade de São Paulo. Dirigindo um Zafira prata, a médica havia acabado de deixar um casal de sobrinhos quando foi abordada pelos assaltantes.

Agência Estado |

Segundo testemunhas, os criminosos apareceram e anunciaram o assalto. Temendo pela integridade física dos sobrinhos, ela buzinou e pediu para que eles entrassem rapidamente. Um dos criminosos, assustados com a reação da vítima, atirou, atingindo Nadir na região dos rins.

A médica não resistiu à hemorragia interna causada pela bala e morreu no local. Depois de atirar, o trio fugiu a pé em direção à Favela do Sapé, nas proximidades. O caso foi registrado no 51º Distrito Policial, do Butantã. Nenhum dos envolvidos foi preso até o momento. A polícia ainda procura pelos suspeitos.

    Leia tudo sobre: roubo em são paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG