MEC quer parecer da Finatec sobre recursos para UnB

O ministro da Educação (MEC), Fernando Haddad, vai pedir que o interventor da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec) apresente um parecer preliminar para informar se houve irregularidade no uso de recursos pela administração da Universidade de Brasília (UnB). Para ele, isso pode ajudar a resolver o impasse criado desde quinta-feira, quando estudantes ocuparam o prédio da Reitoria exigindo a saída do reitor Timoty Mulholand, acusado de envolvimento no uso indevido de recursos.

Agência Estado |

"Em dois meses de atividade, o interventor já deve ter colhido informações relevantes", disse Haddad.

Hoje, o ministro encontrou-se com o reitor e com representantes de docentes da universidade. Ele afirmou que o MEC pode atuar neste caso apenas como mediador das negociações. Pela lei, disse, não há nenhuma possibilidade de o ministério intervir diretamente no caso. Na reunião com professores, Haddad ouviu o apelo para que a pasta não interfira no assunto.

Do reitor, o ministro ouviu um discurso conhecido. Mulholand reafirmou que não tem a intenção de deixar o cargo, que tem direito a um julgamento com ampla defesa. Hoje, Mulholand disse estar "completamente à vontade" no cargo e que as denúncias contra ele terão de ser apuradas pelo Ministério Público (MP) e pelo Tribunal de Contas. "Não aceito ser julgado pela mídia ou por opiniões soltas", afirmou o reitor.

Ele atribuiu a onda de denúncias contra a sua administração ao programa de inclusão social adotado pela UnB. "Muitos estão descontentes com esta política, que vem sendo criticada desde a sua criação", afirmou. Ele disse que a compra da mobília do apartamento oficial não foi decisão sua, mas do conselho universitário. "Foi um processo institucional, não foi pessoal." Negou ainda haver indícios de superfaturamento. Para Haddad, porém, não há nenhuma ligação entre a política adotada pela universidade com as investigações.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG