MEC faz campanha para resgatar imagem do Enem

Começou a ser veiculada ontem uma campanha do Ministério da Educação (MEC) para resgatar a imagem do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), abalada após denúncia de fraude e necessidade de adiamento. São três filmes para TV, campanha de rádio e internet estrelados pelo ator Wagner Moura, que ficam no ar até a realização da prova, nos dias 5 e 6 de dezembro.

Agência Estado |

As propagandas custaram R$ 300 mil.

O primeiro filme, rodado na Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde Moura estudou, tenta recuperar a imagem do exame. O ator diz que o Enem é o "resgate da qualidade da prova", "o fim da decoreba no vestibular" e representa a democratização do acesso ao ensino superior. O filme lembra que o Enem tem nova data e que as inscrições continuam valendo.

O MEC costuma fazer campanhas no período próximo às provas para lembrar datas, locais, prazos e documentos necessários. Neste ano, a avaliação foi de que era preciso destacar os benefícios depois da fraude que abalou o exame. Em 1º de outubro, o Estado revelou que dois homens tentaram vender uma cópia da prova, o que levou o MEC a cancelar a primeira versão, refazer o material e marcar novas datas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG