O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, reabriu às 18h42 de hoje e agora opera com o auxílio de instrumentos. Os pousos e decolagens haviam sido suspensos às 17h40, em razão do mau tempo.

Segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), até as 19 horas, 40 voos atrasaram mais de 30 minutos, o que equivale a 19,2% dos 208 voos. Outros 21 voos acabaram cancelados (10,1%). O Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, opera sem restrições e, de 0 às 19 horas, acumulou 17 atrasos (9%) e 10 cancelamentos (5,3%) em 189 voos.

A queda de raios afetou a circulação dos trens na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na capital paulista. Por volta das 17h20, uma descarga atingiu a rede aérea de energia das composições, interrompendo o funcionamento da Linha 11 (Luz-Guaianazes), entre Luz e Tatuapé. Na Linha 12-Safira (Calmon Viana-Brás), um raio danificou o sistema de sinalização, o que levou a CPTM a aumentar o intervalo entre os trens. Segundo a companhia, a operação nas duas linhas foi normalizada por volta das 18h15. Apesar da forte chuva na cidade, a circulação do Metrô era normal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.