Mau tempo causa atraso em mais de um terço dos voos do País

SÃO PAULO - O mau tempo da manhã desta sexta-feira prejudicou as operações de pouso e decolagens nos aeroportos de Florianópolis, em Santa Catarina, Curitiba, no Paraná, e Congonhas e Guarulhos, em São Paulo. De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), 46,3% dos voos em todo o País registraram atrasos superiores a uma hora. O último boletim, divulgado às 19h, mostra que no horário 132 (7,2%) ainda estavam atrasados.

Redação com Agência Estado |

Em São Paulo, os dois principais aeroportos do Estado tiveram problemas em razão da neblina. O Aeroporto Internacional de Guarulhos (Cumbica), na Grande capital paulista, ficou fechado das 5h50 às 9h. Até as 19h, 63,9% dos 191 voos programados haviam atrasado. Neste período, 22 (11,5%) decolagens foram canceladas.

AE
Nevoeiro visto na zona norte da capital paulista na manhã desta sexta


As aeronaves foram encaminhadas para os aeroportos Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro; Viracopos, em Campinas, e Ribeirão Preto, ambos no interior de São Paulo; Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais; e Brasília, no Distrito Federal.

Já no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, 114 (56,4%) dos 202 voos previstos atrasaram e 40 (19,8%) foram cancelados. O aeroporto por instrumentos até as 11h15.

No Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, 56 (58,3%) dos 96 voos previstos até as 17h atrasaram. Outros 13 (13,5%) foram suspensos. O terminal ficou fechado das 2h às 8h45 para decolagem e das 2h às 9h30 para pousos.

Rio de Janeiro

Mesmo sem terem fechado, os aeroportos do Rio de Janeiro também registraram atrasos acima do normal nesta sexta-feira. No Galeão, dos 125 voos programados, 62 (49,6%) tiveram atrasos superiores a uma hora. Já no Aeroporto de Santos Dumont, 43 (33,9%) tiveram atrasos e 25 (19,7%) foram suspensos.  

Leia mais sobre: neblina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG