Maturidade florida Por Fabiana Caso São Paulo, 22 (AE) - Para a autora norte-americana Marianne Williamson, foi difícil passar dos 50 anos. Você tem que encarar o fato de que sua juventude está acabada.

É preciso refletir sobre a vida até esse marco, e isso nem sempre é fácil." Pois bem. Também foi a partir daí que se deu conta de que a maturidade traz a maior dádiva: o autoconhecimento. Acredita que, quando se mantém a chama interior viva, consegue-se iluminar não só o espírito, mas também o corpo, que fica revitalizado. "Hoje estou bem certa de que o amor é o que mais importa."

Aos 56 anos, Marianne tem um popular programa de rádio nos Estados Unidos. Fala sobre os "milagres" que o ponto de vista positivo pode trazer. "O problema não é quem errou ou não, mas sim quem se levanta, e como. Descobri que, quando faço meu trabalho interior, tentando perdoar a mim mesma e aos outros, pedindo a Deus que me ajude a finalmente fazer as coisas da maneira certa, uma estação inteira da minha vida nasce", comenta a autora. "Toda noite é seguida de uma nova manhã, não importa quantos anos se tenha."

Nascida em Houston, no Texas, escreveu nove livros. Lançado em janeiro nos Estados Unidos, "A Idade dos Milagres" tornou-se um best seller, assim como outros lançamentos anteriores. Por e-mail, concedeu a seguinte entrevista sobre o processo de maturidade.

AGÊNCIA ESTADO - Para você, quais são as grandes questões que uma pessoa deve se perguntar na meia idade para viver melhor?

MARIANNE WILLIAMSON - As mudanças psíquicas são as mais significativas de todas. Seu passado volta e começa a assombrá-la, qualquer que seja a área com a qual você não lidou bem. E também volta para abençoá-la, nos aspectos que você acertou. As perguntas chegam: como posso finalmente me tornar a pessoa que sou capaz de ser? Qual é o modo mais positivo, produtivo, para viver minha vida com o tempo que ainda tenho na Terra? Como posso lidar com os erros do passado e permitir que Deus me dê um novo começo? Como posso aprender a amar mais profundamente, abrir meu coração e servir ao mundo?

AE - Se uma pessoa aprende a viver em uma perspectiva positiva, quais são os milagres que podem acontecer?

MARIANNE - Não há milagre maior do que finalmente se sentir em paz consigo mesmo. Estar confortável em sua própria pele. Ser feliz finalmente. Sentir que você pertence a esse mundo, e que tem uma razão para existir. Os melhores aspectos de envelhecer envolvem conhecer a si próprio. Não se preocupar tanto com o que as pessoas acham. Ter aprendido com a experiência. Ser dono do que você sabe.

AE - Atualmente, o mundo é um lugar melhor para quem tem mais de 40?

MARIANNE - Sim, particularmente para as mulheres, que não são mais aprisionadas por aspectos econômicos, religiosos e sociais como antes. Mas os Estados Unidos são particularmente obcecados com a juventude. Não tenho muita informação sobre como as outras culturas lidam com a idade, exceto pelas mulheres francesas. Elas sempre foram ícones de como envelhecer com um senso pleno de feminilidade e sensualidade.

AE - Quais são os principais desafios na meia idade?

MARIANNE - São os que existem dentro de nossas cabeças. O pensamento negativo é nosso maior inimigo. Pensamentos como "eu sou velho demais", "eles não vão contratar ninguém da minha idade", "ele ou ela não vai querer alguém da minha idade"... Esse tipo de pensamento bloqueia nossa energia. O mundo é cruel quando se trata de envelhecer. Mas quando você se aprofunda na sua busca espiritual, você se identifica mais com seu espírito e menos com o seu corpo. Seu espírito não envelhece, porque é eterno. Então o que pode ser um tempo de declínio físico pode ser um tempo de inclinação espiritual.

AE - Na sua opinião, quais são as principais mudanças de atitude que a pessoa deve adotar?

MARIANNE - As estações mudam, mas todas são lindas. O inverno não é menos bonito do que o verão, na natureza ou em nós. Uma vez, um homem jovem me perguntou como era estar no "outono" da minha vida, respondi: "não tenho tantas folhas na minha árvore como antes, mas as que tenho são muito mais coloridas!"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.