Marta Suplicy volta a negar que é candidata à prefeitura de São Paulo

SÃO PAULO - A ministra do Turismo, Marta Suplicy (PT-SP), voltou a negar nesta segunda-feira, 19, que é candidata à prefeitura de São Paulo nas eleições de outubro. Marta veio à cidade para apresentar um projeto de mobilidade urbana para a Copa de 2014.

Luciana Fracchetta, do Último Segundo |

"Ainda não sou candidata. Se eu for, apresentarei meus programas de governo", declarou Marta. Nesta terça-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem a São Paulo cumprir agenda, ainda não divulgada pelo Planalto.

Projeto para a Copa

O projeto de mobilidade urbana para a Copa de 2014 prevê  investimentos de R$ 38,5 bilhões, a serem aplicados em São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Belo Horizonte, Porto Alegre,  Fortaleza, Recife, Olinda, Natal, Maceió e Brasília. 

A capital paulista é a que terá maior investimento: R$ 15,3 bilhões. Esse total será aplicado em obras para ampliação das linhas do metrô, construção de corredores para ônibus, além de melhorias na malha ferroviária.

A expansão das linhas do metrô, onde serão aplicados R$ 12,3 bilhões, engloba a ampliação da Linha 4 de Taboão da Serra até Guarulhos, da Linha 2 até Cerro Corá e Sapopemba, Linha 3 até a Freguesia do Ó, Linha 5 para o Hospital do M'Boi Mirim até a Chácara Klabin e a construção da Linha 6 que vai de Conceição até Cachoeirinha.

Já no Rio de Janeiro serão investidos R$ 5,05 bilhões para construção de metrô e corredores de ônibus. Marta afirmou que o plano na cidade é de interligar melhor os bairos com a região central.

A previsão, segundo a ministra, é que o País receba até 2010, oito milhões de turistas e até 2014, dez milhões. "Precisamos investir no turismo, é uma chance única para o Brasil mostrar suas belezas", disse Marta.

Incorporar ao PAC

Segundo o Ministério do Turismo, o planejamento de países que realizaram ou realizarão eventos do porte da Copa de 2014 prioriza infra-estrutura de transporte e meios de transporte como investimentos fundamentais. Por isso, dentre as dimensões analisadas no estudo entregue ao presidente e à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, a questão dos meios de transportes urbanos é apontada para que possa ser incorporada nas ações do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

De acordo com Marta, o projeto já foi entregue para avaliação do presidente Lula e da ministra da Casa Civil, porém não há previsão de data para que ele seja aprovado. "O governo está empenhado. Eles perceberam a urgência com que os investimentos precisam ser feitos", disse a ministra do Turismo.

Leia mais sobre: Marta Suplicy

    Leia tudo sobre: marta suplicy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG