Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Marta Suplicy cumpre agenda típica de candidata em SP

Apesar de afirmar sucessivamente que não iniciou sua campanha à Prefeitura de São Paulo, a ex-ministra Marta Suplicy (PT) liderou ontem uma agenda típica de candidata. Com cuidado de não pedir votos para evitar um atropelo à lei eleitoral, a petista fez uma viagem de ônibus do centro da cidade ao bairro da Lapa, passeou pelas ruas e cumprimentou eleitores.

Agência Estado |

Concedeu entrevista a um jornal de bairro e encerrou o dia num ato partidário na Freguesia do Ó.

Pela regra, a campanha eleitoral só pode ter início em 6 de julho. Quinze dias antes, candidatos podem se promover dentro do partido, mas não para o público em geral. Na prática, entretanto, nada impede que um candidato circule livremente pelas ruas e converse com eleitores, desde que não peça votos.

“Eu não estou em campanha. Não pedi um voto. Não estou em campanha. Cumprimentei a população que me cumprimentou”, justificou-se a petista, ao ser questionada se a agenda não antecipava a disputa eleitoral. “Estou pondo o pé na cidade, conhecendo a cidade, conversando com moradores.”

Apesar de ter oficializado sua pré-candidatura há uma semana, Marta aceitou brigar pela prefeitura há meses, quando ainda estava no Ministério do Turismo. Desde então, teve vários compromissos da pasta na cidade. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG