Marta nega antecipar decisão sobre candidatura

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, disse hoje que não vai antecipar a decisão de assumir sua candidatura à Prefeitura de São Paulo. Ela afirmou que não entendeu a reunião de parlamentares petistas paulistas em torno dela ontem, em Brasília, como um pedido para que ela apressasse o anúncio da candidatura.

Agência Estado |

"Ninguém colocou em que dia deveria ser. Como a decisão não está tomada, eles foram colocar a importância. Eu repito: estou propensa. Fiquei muito tocada porque toda a composição política do meu Estado estava presente", disse Marta, após participar, no Rio, da abertura de um seminário da Fundação Getúlio Vargas sobre os desafios do setor de turismo para a Copa de 2014 ao lado do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e do secretário de Turismo e Esporte do Estado do Rio, Eduardo Paes.

Marta afirmou que ainda tem coisas a fazer no Ministério do Turismo e depende da algumas conversas políticas, inclusive com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para assumir a candidatura. A ministra não vê no fato de ainda não ter lançado sua candidatura um obstáculo que atrapalhou o entendimento com o PMDB para uma coligação com o PT. O presidente estadual do PMDB, Orestes Quércia, anunciou que vai apoiar a reeleição do prefeito Gilberto Kassab (DEM). "Isso é página virada. Não fico pensando assim. Estamos conversando com outros partidos, isso não influi. Em política você fala com um hoje, fala com outro amanhã. Isso não tem nenhum peso na nossa consideração em relação a uma candidatura do PT", afirmou Marta.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG