Marta, Kassab e Alckmin fazem caminhadas

Com o fim da campanha eleitoral na TV, os candidatos à Prefeitura de São Paulo foram às ruas na manhã e início da tarde deste sábado chuvoso. Nem a chuva tirou das ruas os candidatos com maior pontuação nas pesquisas, Marta Suplicy (PT), Gilberto Kassab (DEM) e Geraldo Alckmin (PSDB).

Agência Estado |

Na véspera da eleição, a candidata petista, que lidera as pesquisas de intenção de voto, percorreu a zona sul da capital, um de seus principais redutos eleitorais. Atacou Kassab e poupou Alckmin. Disse que, com orçamento menor, sua administração fez mais pela cidade que a atual gestão. "Eles, com R$ 10 bilhões a mais, fizeram 7 quilômetros de Fura-Fila e transformaram o trânsito num caos", afirmou. Em entrevista, disse que acredita ter convencido o eleitorado de que não vai mais criar taxas. "Taxa não vai ser feita. Ao contrário. Esta cidade hoje pode ter desoneração", afirmou.

O atual prefeito fez um corpo-a-corpo na Penha, zona leste da cidade. Kassab admitiu pela primeira vez que tem chance de chegar ao segundo turno e deixou clara a estratégia para rebater o PT, que tenta vinculá-lo ao PMDB de Orestes Quércia e aos demais aliados. "Meu compromisso não é com partidos. É com a cidade. Portanto, tenho compromisso de ter uma excelente equipe para prestar um excelente serviço. Quem me apóia vai cobrar isso de mim. Quem não fizer isso não é meu aliado. Prefiro longe de mim." Kassab disse ainda confiar na vitória. "Sinto realmente com muita clareza que existe uma chance muito grande de que nós vamos para o segundo turno."

Alckmin se despediu da campanha no primeiro turno com críticas ao candidato do DEM. "Fizeram uma campanha de duas caras e totalmente mentirosa, porque, se há alguém que tem sido coerente na política, sou eu", afirmou. O candidato fez um agradecimento aos militantes de seu partido. "Me senti muito honrado em representar o PSDB nessa disputa. Tenho absoluta confiança de que amanhã, que é o que vale, de que podemos chegar ao segundo turno." Sobre a ausência do governador José Serra (PSDB) em sua campanha, foi diplomático: "Ele fez o possível", disse. Por causa das chuvas, o candidato fez apenas parte da carreta planejada por toda a cidade.

Ivan Valente, do PSOL, fez corpo-a-corpo com eleitores nas praças Patriarca e Benedito Calixto. No final do dia, programa panfletagem no cruzamento da Avenida Paulista com Rua Augusta. Edmilson Costa (PCB) não teve agenda na parte da manhã e participou de plenário de campanha na parte da tarde. O candidato Renato Reichmann (PMN) fez caminhada em bairros da Zona Sul na parte da manhã.

A Agência Estado tentou localizar a assessoria dos candidatos Paulo Maluf (PP), Soninha Francine (PPS), Anaí Caproni (PCO), Ciro Moura (PTC) e Levy Fidélix (PRTB), mas não conseguiu contato.

    Leia tudo sobre: eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG