Marta abre 8 pontos de vantagem sobre Alckmin, revela Ibope

SÃO PAULO - Uma pesquisa eleitoral feita pelo Ibope, encomendada pela Associação Comercial do Estado de São Paulo, revela que Marta Suplicy está na frente na corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo.

Redação |

A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy aparece com 31% da preferência dos votos, seguida por Geraldo Alckmin com 23% e o prefeito Gilberto Kassab com 14%. Na seqüência aparecem Paulo Maluf (11%), Luiza Erundina ( 5%), Paulinho da Força Sindical (PDT) e Soninha (PPS), com 2% cada. Aldo Rabelo (PCdoB) e Zulaiê Cobra Ribeiro não somam 1%. Brancos e nulos são 9% e não sabe/não opinou 3%.

Em outro cenário, sem o ex-governador Alckmin, e com o nome de Zulaiê Cobra Ribeiro, Marta Suplicy fica com 33% da preferência, seguida por Gilberto Kassab (19%), Maluf (13%), Luiza Erundina (10%), Paulinho da Força (5%), Soninha (2%), Zulaiê e Aldo Rabelo com 1%. Nulos e brancos somam 13% e não sabe/não opinou 3%

Na lista sem Paulo Maluf, a ex-prefeita e o ex-governador aparecem na frente com 35% e 27%, seguidos por Kassab (16%). A disputa ficaria mais acirrada apenas entre Gilberto Kassab (35%) e Marta Suplicy (49%). Numa outra lista apenas com Kassab e Alckmin, o atual prefeito teria 22% da preferência dos entrevistados e o ex-governador 57%. Na lista apenas com Marta Suplicy e Geraldo Alckmin há um empate técnico, já que a ex-prefeita fica com 45% e o ex-governador com 44%.

Na pesquisa espontânea, Marta Suplicy e o prefeito Gilberto Kassab lideram o ranking, respectivamente, com 15% e 10% das intenções de voto. O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) aparece em terceiro lugar (4%), um ponto percentual à frente de Paulo Maluf (3%) do PP. Com 1% aparecem ainda: José Serra, Luiza Erundina e Lula. Dado importante: os brancos e nulos são 18% e não sabe/não opinou 46%.

A pesquisa também apresentou respostas sobre as principais preocupações dos paulistanos. As principais reclamações são: saúde (67%), educação (41%), desemprego (40%), segurança pública (34%), trânsito e transporte coletivo empatados em quinto lugar (26%).

A pesquisa ouviu com 805 pessoas, entre os dias 20 e 23 de março passado. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

    Leia tudo sobre: pesquisa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG