Marisa diz que Aparecido ¿tem culpa no cartório¿ e não adiará depoimento na CPI

BRASÍLIA - Após o indiciamento de José Aparecido Pires pela Polícia Federal (PF), a presidente da CPI mista dos Cartões Corporativos, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), declarou que o depoimento do servidor na próxima terça-feira torna-se ainda mais importante para a CPI e, por isso, não cederá a nenhum pedido dos parlamentares governistas para adiar a oitiva.

Rodrigo Ledo ¿ Último Segundo/Santafé Idéias |

O indiciamento significa que o delegado [da PF] tem mais conhecimento do que temos aqui [na CPI], e se indiciou José Aparecido o fez em cima dos autos. Portanto, ele [Aparecido] tem culpa no cartório, sim, e vai vir para cá já com essa figura de indiciado, ressaltou Marisa Serrano.

A senadora aguarda para a tarde desta sexta-feira ou, no máximo, os autos do inquérito da PF sobre o caso do dossiê feito no Palácio do Planalto sobre gastos do governo Fernando Henrique. Marisa Serrano avisou que não adiará o depoimento de José Aparecido Pires, após rumores no Congresso de que parlamentares governistas tentariam empurra para outra data para melhor preparar a defesa do governo.

Não vejo necessidade de postergar a reunião [dos depoimentos] de terça-feira. A proposta é que se faça, antes das oitivas, uma reunião fechada com os membros da CPI parta dar conhecimento do conteúdo [sigiloso] dos depoimentos feitos na Polícia Federal, disse.

Acareação

A presidente da CPI reiterou sua disposição de promover uma acareação entre Aparecido e André Fernandes, outro personagem do dossiê feito no Palácio do Planalto sobre gastos no governo tucano, caso suas versões sejam diferentes na oitiva da CPI.

A acareação será votada se houver qualquer tipo de declaração conflitante entre os dois depoentes, defendeu a presidente da CPI, para depois acrescentar que não acredita que os parlamentares governistas da comissão tentarão evitar a acareação para proteger o governo: A base aliada não vai ser contra a lei.

Leia mais sobre: José Aparecido - dossiê

    Leia tudo sobre: dossiê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG