A Marinha do Brasil encerrou hoje as buscas ao náufrago argentino Alberto Canessa, depois de nove dias de operações. O navegador de 68 anos havia saído de Buenos Aires a bordo do veleiro Maja e tinha como destino o porto de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

No dia 29 de junho ele chegou a ser avistado dentro de um bote salva-vidas, a 90 quilômetros da costa do Rio Grande do Sul, pela tripulação de um navio panamenho, que não conseguiu socorrê-lo por causa do mar revolto.

Uma corveta e um navio patrulha da Marinha, auxiliados por dois aviões da Aeronáutica, percorreram a área sem encontrar vestígios do velejador. Tanto as condições de sobrevivência como as de busca no mar, com vento, ondas altas e temperatura próxima de zero grau durante a madrugada, foram consideradas difíceis no período em que Canessa foi procurado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.