Tamanho do texto

A ministra demissionária do Meio Ambiente, Marina Silva, telefonou hoje à tarde para o senador Sibá Machado (PT-AC), suplente dela no Senado, para comunicar que assumiria a vaga na Casa. Sibá Machado informou que Marina encaminhou a carta de demissão ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas afirmou não saber os motivos da saída.

"A Marina é uma militante muito rígida e muito pura. Tenho certeza de que teve um motivo justo para sair", declarou ele, que disse que retornará ao Acre sem qualquer pretensão eleitoral para a eleição municipal de outubro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.