SALVADOR ¿ Mesmo com a promulgação da Lei Maria da Penha e o fechamento do cerco aos homens violentos que insistem em bater em mulheres, o número de ocorrências nesse sentido e a gravidade dos casos ainda impressiona. Na madrugada do último sábado, Edileide dos Santos Borges, de 29 anos, deu entrada no Hospital Geral do Estado da Bahia (HGE) com queimaduras de segundo grau no rosto, tórax, costas e abdômen. O culpado seria o seu marido.

A informação é de que o homem ¿ que também não teve o nome revelado ¿ jogou ácido muriático na esposa quando eles discutiam. O registro da agressão foi feito na 12ª Delegacia de Polícia, no bairro de Itapuã, em Salvador.

Leia mais sobre: violência contra mulheres


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.