Marcos Valério é denunciado pela 3ª vez em um mês

O Ministério Público Federal (MPF) em Belo Horizonte ofereceu hoje à Justiça denúncia contra Marcos Valério Fernandes de Souza e sua esposa, Renilda Maria Santiago, por crime de sonegação fiscal. O casal, conforme o MPF, omitiu informações e prestou declarações falsas à Receita Federal, relativas ao pagamento do Imposto de Renda dos anos-calendário de 2001 e 2002.

Agência Estado |

A Procuradoria da República em Minas apurou que a dívida de Valério e Renilda com a Receita chega a cerca de R$ 5 milhões. Em menos de um mês, esta é a terceira acusação formal oferecida contra Valério.

No início do segundo semestre de 2005, os denunciados chegaram a retificar as declarações, "mas persistiram os mesmos vícios das declarações originais", afirmou o MPF, por meio de nota. A denúncia informa que as retificações apontaram sonegação de R$ 1,7 milhão que, "acrescidos de juros e multa, proporcional, totalizaram um crédito tributário de mais de R$ 5 milhões".

Os acusados também não conseguiram comprovar a origem dos recursos movimentados por eles em mais de oito contas bancárias distintas. De acordo com o MPF, os procedimentos administrativos fiscais já transitaram em julgado administrativamente e foram encaminhados à Procuradoria da Fazenda Nacional para cobrança do débito. Caso sejam processados pelo crime de sonegação fiscal, Valério e Renilda podem ser condenados, cada um, a uma pena de até cinco anos de prisão.

O advogado Marcelo Leonardo, que representa Valério e Renilda, disse que irá aguardar a notificação dos seus clientes para fazer qualquer comentário. Ele disse que não tinha conhecimento oficial da denúncia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG