Marcola é condenado a 29 anos de prisão

Depois de quase dez horas, terminou no fim da noite de ontem o julgamento de Marcos Williams Herbas Camacho, o Marcola, acusado de ser um dos mandantes do assassinato, ocorrido em 14 de março de 2003, de Antonio José Machado Dias, juiz da Vara das Execuções Criminais e corregedor dos presídios de Presidente Prudente. O crime foi uma emboscada contra o juiz, que voltava do fórum local para sua casa.

Agência Estado |

Marcos Camacho foi condenado a 29 anos de prisão e, segundo a sentença lida pelo juiz Alberto Anderson Filho, do 1º Tribunal do Júri da Capital, não poderá recorrer em liberdade, pois "é reincidente e possui maus antecedentes". No último dia 2 de outubro, outro réu, Júlio César Guedes de Moraes, já havia sido condenado à mesma pena, também como mandante do crime.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG