Marcha da Liberdade será realizada em 41 cidades do País

Na cidade de São Paulo, além da Marcha da Liberdade, haverá a Marcha da Ética e o "Beirutaço"

iG São Paulo |

Neste sábado, 41 cidades de 26 Estados do País receberão a Marcha da Liberdade, cujo tema principal é a liberdade de expressão. A manifestação foi elaborada depois que a Marcha da Maconha, realizada no dia 21 de maio, foi reprimida por policiais militares, que usaram bombas de efeito moral, de gás lacrimogêneo e balas de borracha contra os manifestantes .

“A gente gostaria que houvesse uma regulamentação de armas não letais. A polícia precisa ter consciência de como usá-las. No dia da marcha houve uma péssima utilização desse tipo de armamento”, afirma o cientista social Marco Magri, membro do coletivo DAR – Desentorpecendo a Razão – e do coletivo Marcha da Maconha. Em razão dessa repressão, o dia 18 de junho passou a ser considerado o Dia Nacional da Marcha da Liberdade.

Perguntando sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que aprovaram a liberação de marchas pela legalização de drogas , Magri conta que passou a quarta-feira acompanhando a votação. “A Marcha da Maconha é um movimento legal agora. A decisão do STF foi unânime e muito sólida.”

Na cidade de São Paulo, a Marcha da Liberdade ocorre a partir das 14h, no MASP – Museu de Arte de São Paulo, na avenida Paulista.

As outras cidades que terão a Marcha são: Rio Branco, Maceió, Macapá, Manaus, Salvador, Fortaleza, Brasília, Vitória, Goiânia, São Luís, Cuiabá, Campo Grande, Belo Horizonte, Uberaba, Uberlândia, Belém, Curitiba, Londrina, Maringá, Recife, Teresina, Niterói, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, Natal, Porto Alegre, Santa Maria, Porto Velho, Boa Vista, Florianópolis, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, Jundiaí, Rio Claro, Santos, Ubatuba, Aracaju, Palmas. Para saber os horários das marchas basta acessar o blog da Marcha da Liberdade .

Outras marchas em São Paulo

Neste sábado, serão realizadas mais duas marchas na cidade de São Paulo. A Marcha da Ética será no Parque do Povo, Itaim Bibi, zona sul, a partir das 15h, e o “Beirutaço”, em frente ao restaurante Frevo, região dos Jardins, a partir das 14h30.

A Marcha da Ética foi organizada pela rede social Facebook depois de conversas indignadas sobre a situação política do País. Na página do movimento, aparecem os dizeres “Amigos, estamos cansados de tanta safadeza, roubalheira, desrespeito, falta de ética na nossa política. Todos os dias vemos absurdos e mais absurdos acontecendo e já sabemos...a oposição está morta...acabada. Nós o povo temos, podemos, devemos exigir respeito, seriedade."

O “Beirutaço” ocorre diante do Frevo, tradicional restaurante que funciona desde 1956. A reunião tem a intenção de ser um ato de resistência pela manutenção do Frevo na rua Oscar Freire com a rua Augusta já que o prédio onde está o restaurante foi vendido a um grupo estrangeiro e frequentadores temem que o estabelecimento tenha de fechar as portas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG