Manuscrito islâmico bate recorde mundial em Londres

Um Alcorão da metade do século VII foi comprado por quase 2,5 milhões de libras (mais de 3 milhões e euros), quebrando um novo recorde mundial para um manuscrito islâmico, informou nesta terça-feira a casa Christies, de Londres.

AFP |

O preço inicial deste Alcorão, provavelmente editado na cidade saudita de Medina, havia sido fixado em 100.000 a 150.000 libras, destacou a Christie's em comunicado.

A casa de leilão também anunciou a venda de um mármore gravado, provavelmente em Córdoba, na Espanha, por 1,3 milhão de libras (1,6 milhão de euros), estabelecendo um novo recorde mundial para uma pedra com escritos islâmicos. Seu preço inicial havia sido definido em 50.000 a 70.000 libras.

A Christie's não revelou a identidade dos compradores.

lv/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG