Mantega vê alta do PIB de 4% em 2010 e de 5% em 2011

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, reafirmou nesta quinta-feira que a economia brasileira crescerá em 2009, com previsão de alta em torno de 1 por cento. Mantega disse ainda que espera uma expansão do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 de 4 por cento e um avanço de 5 por cento da economia brasileira em 2011.

Reuters |

"O PIB de 2009 será positivo, mas fraco... Novas medidas precisam ser tomadas", disse Mantega.

Segundo ele, o governo continuará a utilizar os bancos públicos para aumentar a oferta de crédito, principalmente para pequenas e médias empresas.

Na avaliação do ministro, os chamados países do Bric (Brasil, Rússia, Índia e China) "vão capitanear o crescimento mundial nos próximos anos".

O ministro, que participa de evento em São Paulo, disse que o mundo vai continuar "patinando por dois ou três anos", mas voltou a dizer que a crise será "mais curta e mais rápida" no Brasil.

No primeiro trimestre, o PIB brasileiro caiu 0,8 por cento sobre os três meses imediatamente anteriores e recuou 1,8 por cento frente ao mesmo período de 2008.

Apesar de o dado divulgado na semana passada ter confirmado um quadro de recessão técnica com dois trimestres seguidos de queda, o desempenho foi melhor que o esperado.

Economistas consultados pela Reuters previam queda de 2,6 por cento na comparação trimestral e baixa de 2,0 por cento ano a ano.

Para 2009, o mercado prevê uma retração da economia brasileira de 0,55 por cento, de acordo com o relatório Focus mais recente. A expectativa do mercado para 2010 é de expansão do PIB de 3,5 por cento.

(Reportagem de Aluísio Alves; texto de Cesar Bianconi; Edição de Vanessa Stelzer)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG