Tamanho do texto

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira que o governo não cogita voltar a taxar os investimentos estrangeiros com Imposto sobre Operações Estrangeiras (IOF). O Ministério da Fazenda não cogita mexer no IOF neste momento, principalmente para títulos públicos, afirmou Mantega por meio de sua assessoria.

"Queremos que haja compra de títulos públicos, principalmente por estrangeiros. Não há interesse em reduzir esse fluxo."

Jornais locais noticiaram nesta sexta-feira que o governo estaria discutindo a retomada da cobrança do IOF para investimentos estrangeiros em renda fixa, em um esforço para conter o fluxo de entrada de dólares no país que tem apreciado o real.

"O fluxo de renda fixo é baixo, por isso não se justifica neste momento a implantação do IOF, que poderia dar um sinal negativo para esse fluxo. A informação é equivocada", afirmou Mantega.

(Reportagem de Isabel Versiani; Edição de Vanessa Stelzer)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.