Mansões de ladrões do Banco Central vão a leilão

Casas foram compradas com dinheiro do assalto ao Banco Central em Fortaleza (CE) em 2005

AE |

selo

Duas mansões em São Paulo, compradas com dinheiro do assalto ao Banco Central em Fortaleza (CE), em 2005, foram postas a leilão pela Justiça Federal e podem ser compradas até as 14 horas da próxima segunda-feira. Uma fica em Alphaville e tem lance inicial de R$ 1.136.223. A outra fica em Itu, no Condomínio City Castelo, e será vendida por R$ 508 mil.

Duas fazendas em Boa Viagem, no interior do Ceará, também estão sendo leiloadas. Uma pertencia a um ex-prefeito da cidade envolvido no crime. O leilão judicial ocorrerá via internet . As fotos das casas e informações de venda são abertas, mas é preciso se cadastrar no site para dar lance.

Divulgação / Superbid
Casa em Itu, interior de São Paulo, tem três mil metros quadrados
A casa de Itu tem área de 3 mil metros quadrados, campo de futebol e piscina. A de Alphaville - no condomínio Alphaville Plus - tem três andares, piscina e 380 metros quadrados de área construída, em um terreno de 525 metros quadrados. Um inquilino mora lá - quem arrematar a mansão será obrigado a respeitar o contrato e receberá o valor mensal do aluguel, hoje depositado em juízo.

Recuperação

Apreendidos pela Justiça cearense, diversos bens comprados pelos bandidos estão sendo leiloados desde 2007, de posto de combustível no Mato Grosso a imóveis em São Paulo, Ceará, Piauí e Paraíba. São joias, relógios, carros de luxo e até cabeças de gado. A Justiça Federal estima que R$ 2,5 milhões em bens tenham sido recuperados. No total, R$ 20 milhões foram recolhidos de contas bloqueadas e dinheiro em espécie encontrado. Mas tudo isso representa apenas 12% do que foi roubado. O bando levou R$ 164 milhões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: assaltobanco centralfortaleza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG