Manifesto surrealista vai a leilão em Paris

PARIS (Reuters) - O único original conhecido do Manifeste du Surréalisme escrito por André Breton será colocado à venda neste mês, disse a casa de leilões Sothebys na terça-feira. O movimento surrealista -- que gerou, por exemplo, os famosos relógios moles de Salvador Dalí -- teve uma profunda influência sobre a arte do século 20, envolvendo também artistas como Marcel Duchamp e René Magritte.

Reuters |

O manifesto surrealista foi redigido como prefácio a uma coleção da 'escrita automática', uma técnica em que o escritor deveria colocar na página tudo o que lhe vinha à cabeça, sem se importar com a forma ou o sentido. Mas o texto acabou sendo um dos textos definidores do movimento.

A Sotheby's disse que se trata 'sem contestação do documento mais pródigo' numa coleção de nove manuscritos de Breton (1896-1966) que serão leiloados. Os escritos faziam parte da coleção de Simone Collinet, primeira esposa do escritor.

A casa pretende vender os textos num só bloco, mas só o manifesto deve valer entre 300.000 e 500.000 euros (464,6 a 774,4 mil dólares).

O leilão também vai oferecer vários outros manuscritos importantes, como um conjunto de obras inéditas da escritora feminista Simone de Beauvoir -- o que inclui seu primeiro romance, inacabado.

O leilão está marcado para o dia 21, em Paris.

(Reportagem de James Mackenzie)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG