Manifestantes são retirados à força da Câmara do Distrito Federal

A manifestação ocorrida nesta terça-feira durante a sessão da Câmara Legislativa do Distrito Federal foi contida com a ação da Polícia Legislativa. O presidente da Câmara em exercício, deputado Cabo Patrício (PT), determinou à Polícia a retirada dos manifestantes. Muitos resistiram e foram retirados à força das galerias.

Agência Estado |


Por conta do barulho da manifestação, Cabo Patrício teve que suspender a sessão por 15 minutos. Os manifestantes protestavam contra o esquema de corrupção denunciado pela Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. Eles pretendiam pressionar os parlamentares a não entrar em recesso e analisar os pedidos de impeachment do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda.

AE
Manifestantes que pedem a destituição do governador José Roberto Arruda (sem partido) do cargo são retirados do interior da Câmara Legislativa do Distrito Federal, nesta terça-feira.
Manifestantes que pedem a destituição do governador José Roberto Arruda (sem partido) do cargo são retirados do interior da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Na sessão desta terça-feira, foi lido em plenário o requerimento que pede a convocação extraordinária da Câmara Legislativa no período de recesso para apurar as denúncias contra o Arruda e deputados distritais que tiveram seus nomes citados no inquérito da PF.

Leia mais sobre José Roberto Arruda

    Leia tudo sobre: arrudacorrupçãodistrito federalmanifestação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG