Os cerca de 50 manifestantes que invadiram a Câmara Legislativa do Distrito Federal na quarta-feira continuam ocupando o plenário da Casa na manhã desta segunda-feira, segundo informações da assessoria do órgão. Eles protestam contra as denúncias de corrupção envolvendo o governador José Roberto Arruda (DEM).

O grupo promete permanecer no local até o afastamento dos envolvidos nas denúncias levantadas pela Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal (PF).

Na sexta-feira, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) concedeu liminar que autorizava a reintegração de posse do plenário da Câmara Legislativa, mas segundo a assessoria, o presidente interino da Casa, Cabo Patrício (PT), deve tomar uma decisão sobre o caso até quarta-feira.

As denúncias que envolvem Arruda revelam pagamento de propina para o governador, integrantes do seu governo e deputados aliados. Eles foram flagrados em gravações de vídeo que mostram partilha de dinheiro.

Leia também

Entenda


Inquérito da PF


Crise de 2001

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.