Cerca de trinta manifestantes pró Arruda fizeram nesta tarde, no gramado da Superintendência da Polícia Federal, um manifesto silencioso que consistiu na exibição de faixas de apoio ao governador licenciado do Distrito Federal José Roberto Arruda. Um das faixas exibia os dizeres: Arruda, Brasília está chorando, está órfã.

Em outra, os manifestantes escreveram uma frase utilizando a grafia errada da palavra defesa: "Brasília, cidade sem direito de defeza (sic). Estamos com você, Arruda".

Na opinião do comerciante Luciano farias, José Roberto Arruda foi prejulgado. "Em todas as leis do mundo você não é preso sem direito de defesa. Brasília não merece Arruda. Ele é muito bom para Brasília", disse.

No final da manhã de hoje, Arruda recebeu a visita da primeira-dama, Flávia Arruda, com quem ficou por cerca de 40 minutos em uma sala da PF. Ela levou o almoço ao governador licenciado. Arruda também recebeu hoje a visita de um dos advogados que integra sua equipe de defesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.