Manifestantes acendem cigarros durante Marcha da Maconha no DF

Polícia Militar ameaça prender quem for flagrado com maconha, mas manifestantes fazem uso da substância

Severino Motta, iG Brasília |


Apesar da forte presença da Polícia Militar, alguns manifestantes acenderam cigarros de maconha em meio à manifestação pela liberação da droga que acontece na tarde desta sexta-feira em Brasília.

Veja vídeo de manifestantes fumando cigarros de maconha:

O Major William Araújo, da Polícia Militar, chegou a afirmar que não aceitaria o uso da maconha durante o protesto. “Quem for pego fazendo apologia às drogas ou flagrado com substâncias proibidas será preso”, disse.

A exemplo do que aconteceu em São Paulo , a Marcha pela Maconha de Brasília foi proibida pela Justiça e a transformada em marcha pela liberdade de expressão.

Por causa disso, a polícia proibiu cartazes e gritos com a palavra “maconha”. Como resposta, os manifestantes substituíram a letra “m” pelo “p” transformando a manifestação em marcha pela pamonha.

Aos gritos de “matar não faz mal, pamonha é legal” e “vem para a marcha, vem que é da Maria”, cerca de 500 manifestantes saíram da Catedral e seguem pela Esplanada dos Ministérios em direção ao Supremo Tribunal Federal.

    Leia tudo sobre: marcha pela maconhabrasília

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG