Manifestação lembra 17 anos da Chacina da Candelária

Em 1993, policiais militares assassinaram oito menores que dormiam próximo à igreja no Rio

AE |

Cerca de 1.200 pessoas se concentravam na manhã de hoje em frente à Igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro, para lembrar os 17 anos do dia em que policiais militares assassinaram oito menores que dormiam próximo à igreja.

Segundo a Organização Viva Rio, após o ato ecumênico na Praça Pio X em homenagem às crianças e aos jovens que morreram na chamada da Chacina da Candelária, os manifestantes irão fazer a Caminhada em Defesa da Vida até a Cinelândia, no centro da capital fluminense.

Por conta da manifestação, o sentido Candelária da Avenida Presidente Vargas ficou totalmente congestionado, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio). O tráfego deve continuar prejudicado na região, com a caminhada prevista para iniciar por volta das 11h30.

    Leia tudo sobre: candelária

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG