A prefeitura de Manaus tenta um acordo com as empresas de ônibus da capital para garantir gratuidade nas tarifas no dia das eleições. O custo representaria R$ 1 milhão para os cofres municipais.

Segundo a assessoria da prefeitura, está sendo estudada uma forma de a prefeitura compensar as empresas, por exemplo, nas dívidas com a administração municipal.

Segundo a assessoria, nas eleições anteriores a compensação aos empresários era feita através de decreto municipal, mas o Tribunal de Contas do Estado entende que pode haver esse tipo de compensação através de lei. A iniciativa da gratuidade partiu do Tribunal Regional Eleitoral, na tentativa de diminuir as abstenções.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.