Quatro mortes por malária do tipo mais grave, causada pelo Plasmodium falciparum, foram notificadas em menos de dez dias em Lucas do Rio Verde, a 354 quilômetros de Cuiabá, no Mato Grosso. Em janeiro, houve o registro de 114 casos no Estado, divulgou a Secretaria da Saúde.

No mesmo período de 2008, foram 249 ocorrências.

A secretaria destacou que, apesar das mortes registradas, o número de casos continua caindo no Estado. A notificação das ocorrências passou de 3.708, em 2008, para 3.250, em 2009.

A malária é uma doença infecciosa, causada por parasitas transmitidos por picada de mosquito. Não há vacina. Para se proteger é preciso evitar contato com o mosquito, usando repelente e protetores na janela. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.