Mais um morador de rua é assassinado em Maceió

Desde janeiro deste ano já foram 31 mortes de pessoas que moravam nas ruas de Alagoas

AE |

selo

Mais um morador de rua foi assassinado em Maceió. Dessa vez é um ex-presidiário, ainda não identificado, mas que tinha o apelido de Timbalada. Ele foi assassinado a tiros na Avenida Sandoval Arrrochelas, no bairro Ponta Verde, área nobre da cidade.

Com a morte do Timbalada, chega a 31 o número de moradores de rua mortos em Alagoas desde janeiro deste ano. Os números de assassinatos foram confirmados pelo delegado José Edson, diretor adjunto da Polícia Civil de Alagoas.

Segundo o promotor de justiça Alfredo Gaspar de Mendonça, do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (GCOC), a morte do Timbalada está relacionada ao assassinato de outro morador de rua, conhecido como Cotó, que foi executado a tiros em circunstâncias parecidas na semana passada também no bairro de Ponta Verde, próximo a uma boate. "O Timbalada foi ouvido pelo Ministério Público na sede do GCOC na semana passada e disse que estava ameaçado de morte, mas dispensou a proteção oferecida pela instituição, preferiu continuar nas ruas", afirmou o promotor.

De acordo com Gaspar, foi oferecido a Timbalada o Serviço Nacional de Proteção à Testemunha, mas o morador de rua se recusou a entrar para o programa. "Nós sabíamos que alguma coisa ia acontecer com ele, que era uma questão de tempo, por isso oferecemos proteção, mas ele não quis e terminou morrendo", acrescentou o promotor.

    Leia tudo sobre: maceiómorador de ruachacina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG